LANCE – Laboratório de Neuropsicologia Cognitiva e Escolar
  • Olá. Seja bem vindo à página do LANCE.

    Publicado em 13/03/2020 às 13:48

  • Lançamento de obra! Fruto da parceria LPCog – LANCE!

    Publicado em 08/07/2021 às 18:20

    As professoras Fernanda M. Lopes e Natália M. Dias, do Departamento de Psicologia da UFSC, publicaram, neste mês de julho, a obra “Neuropsicologia e Terapia Cognitivo-Comportamental: interfaces e contribuições”. O livro é pioneiro no Brasil na articulação entre essas duas áreas de aplicação e conhecimento.

     

    Neuropsicologia e Terapia Cognitivo-Comportamental: interfaces e contribuições” aborda tema de relevância ímpar para a prática clínica em psicologia e neuropsicologia. A obra estrutura-se em três seções e contempla: 1) os fundamentos dessa intersecção, retratando, por exemplo, como a avaliação e a intervenção neuropsicológica podem dialogar, contribuir e complementar a prática clínica da Terapia Cognitivo-Comportamental; 2) como ambas as áreas colaboram para o entendimento e atendimento dos transtornos mentais, ilustrado a partir de casos clínicos; e 3) especificidades da intersecção Neuropsi-TCC no atendimento a crianças e idosos. O conjunto de 13 capítulos apresenta fundamentação teórica e dicas práticas de como Neuropsicologia e Terapia Cognitivo-Comportamental podem colaborar para nossa compreensão dos processos cognitivos e emocionais, do impacto deles no manejo de casos, e do direcionamento das melhores práticas com nossos pacientes.

    A obra consolida a parceria entre os laboratórios das duas professoras, o LPCog e o LANCE.

     


  • O LANCE – UFSC convida para participação em pesquisa

    Publicado em 20/05/2021 às 15:26

    O objetivo é investigar a qualidade de instrumentos online para avaliação neuropsicológica. E, para isto, precisaremos de muitos voluntários!

    Toda a coleta desta pesquisa será feita de forma remota e em duas etapas: a primeira será um formulário e a segunda será uma videochamada para a avaliação remota.

    Neste momento estamos recrutando voluntários para nossa pesquisa. Para participar, basta ter entre 11 e 30 anos (sendo necessária a autorização dos responsáveis no caso dos participantes menores de 18 anos).

    Precisamos de voluntários com e sem diagnóstico de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

    Caso você tenha interesse em participar, acesse o link bit.ly/recrutamento-stroop e deixe seu contato.

    Em breve nossa equipe entrará em contato para combinar as etapas seguintes.
    Muito obrigado!


  • Professora do Departamento de Psicologia passa a integrar a Rede Nacional de Ciência para Educação (CpE)

    Publicado em 06/11/2020 às 14:58

    06/11/2020

    A rede CpE agrega pesquisadores de diferentes áreas de conhecimento, reconhecidos por suas contribuições na promoção de melhores práticas e políticas educacionais baseadas em evidências.

    Em reunião do   Conselho de Administração da Rede Nacional de Ciência para Educação, ocorrida em 22 de outubro, a Professora Natália M. Dias, Depto de Psicologia, foi aprovada para integrar a rede na Categoria de Pesquisadora Associada.

    Conheça a rede CpE: http://cienciaparaeducacao.org/

     


  • Pesquisa investiga qualidades de um instrumento de avaliação de habilidades cognitivas

    Publicado em 04/11/2020 às 12:04

    04/11/2020

    O Laboratório de Neuropsicologia Cognitiva e Escolar (LANCE/UFSC) realiza a pesquisa ‘Investigação das propriedades psicométricas do ‘Inventário de Dificuldades em Funções Executivas, Regulação e Aversão ao Adiamento para Adultos’ em formato de avaliação remota’. O estudo visa investigar as qualidades de um instrumento de avaliação de habilidades cognitivas.

    O Laboratório busca pessoas com 18 anos ou mais, saudáveis e também com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Os interessados em participar devem preencher o formulário eletrônico.


  • Estudo avalia atitudes frente à vacina para Covid-19

    Publicado em 14/10/2020 às 11:42

    14/10/2020

    Pesquisadores convidam voluntários para responder ao questionário on-line do estudo Atitudes frente à vacina para Covid-19: papel das diferenças psicológicas individuais, uma iniciativa multicêntrica que conta com participação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O projeto investigará as variáveis psicológicas associadas à atitude frente às vacinas e poderá colaborar para campanhas de saúde pública mais efetivas, ao identificar os fatores psicológicos que tornam indivíduos mais suscetíveis à atitude desfavorável à vacinação da Covid-19. “Tendo em vista a recente pandemia da Covid-19 e a possibilidade de, em breve, haver uma vacina disponível à população, faz-se fundamental entender as razões para as resistências populares à vacinação”, destacam os pesquisadores.

    O trabalho é liderada pelo psicólogo Thales Vianna Coutinho, professor do Instituto Presbiteriano Gammon e doutorando em Medicina Molecular pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e conta com a professora Natália Martins Dias, do Departamento de Psicologia da UFSC, entre os membros da equipe. O time inclui ainda as psicólogas Fernanda Camargo Silva (Dalmass) e Mariana Rodrigues Gonçalves Dias (mestranda na Faculdade de Medicina da UFMG) e o cientista político Thiago Perez Bernardes de Moraes (Uniandrade).


  • Lançamento de livro de pesquisadora do LANCE!

    Publicado em 29/07/2020 às 12:41

    28/07/2020

    Acaba de ser lançado mais um livro da Profa Natália M. Dias, em parceria com o Prof. Leandro F. Malloy-Diniz (UFMG), pela Coleção ‘Neuropsicologia na Prática Clínica’, a maior e mais bem conceituada coleção em Neuropsicologia publicada no Brasil.

    Nesta obra, os autores fazem um percurso que vai desde a discussão sobre o conceito e seus diferentes modelos, indicando de forma crítica as divergências e convergências existentes, até problemas conceituais que tornam a área desafiadora e alvo de interesse entre os pesquisadores. Abordam o desenvolvimento das funções executivas ao longo da vida, pautando-se no conhecimento da relação entre estrutura e função cerebral (“muito além dos lobos frontais”), conhecimento que permitirá maior compreensão das observações clínicas e das possíveis interpretações de testes neuropsicológicos.


  • Projeto traz conteúdo online para orientar a comunidade sobre neurodesenvolvimento

    Publicado em 17/07/2020 às 15:38

    O Laboratório de Neuropsicologia Cognitiva e Escolar (Lance), do Departamento de Psicologia da UFSC, está desenvolvendo um projeto de extensão para ajudar pais e familiares a entreterem e estimularem suas crianças durante a pandemia. Para acompanhar o trabalho do grupo, basta seguir no instagram a conta @BrincaMente. O grupo divulga diversos materiais – como vídeos, cartilhas e conversas ao vivo – a fim de promover o desenvolvimento infanto-juvenil em casa.

    Os conteúdos tratam de diversos temas e são direcionados a várias faixas etárias, desde a primeira infância até a adolescência. O objetivo é adaptar o conhecimento científico sobre estimulação cognitiva em crianças para que os pais consigam fazer em casa.

    “Já que conduzir pesquisas e atividade de extensão presenciais na universidade se tornou inviável neste momento, que suas aplicações possam ser benéficas para as crianças que estão em casa”, diz a professora Chrissie Carvalho e complementa: “pensamos em criar esse canal de comunicação para trocarmos informações, pesquisas, estudos e discussões sobre nosso tema principal: o desenvolvimento infantil e a neuropsicologia. A partir dele, tratamos de diversos assuntos que envolvem a infância e os processos cognitivos como a importância das funções executivas nos processos da atenção, planejamento, aprendizado e regulação emocional.”

    A cada semana, a equipe do projeto determina um tópico de interesse – como rotinas para crianças, regulação emocional e memória de trabalho – e produz conteúdos relevantes sobre como estimular tais habilidades por meio de estratégias e brincadeiras.

    A conta do BrincaMente no Instagram dá acesso para a programação completa e aos vídeos das lives já produzidos no IGTV. Mesmo quem não possui conta no Instagram pode assistir as lives e consultar os conteúdos produzidos. Basta acessar o endereço: https://www.instagram.com/brincamente\


  • Parceria entre LANCE e Domlexia permite uso gratuito de app de estimulação cognitiva por crianças atendidas em projeto de extensão da UFSC

    Publicado em 21/04/2020 às 18:41

         O laboratório de Neuropsicologia Cognitiva e Escolar da UFSC (Lance) e  a plataforma de conteúdos e soluções de aprendizagem Domlexia iniciaram uma colaboração que visa oferecer atividades de estimulação cognitiva para as crianças que recebem atendimento no projeto de extensão ‘Intervenção Neuropsicológica Infantil’ do Lance.

         O projeto atende crianças com diagnóstico de dislexia, em sessões em grupo, com atividades que auxiliam no desenvolvimento de sua aprendizagem. Porém, por razão do isolamento social no período de pandemia da Covid-19, todos os atendimentos foram suspensos. Deste modo, para que as crianças não fiquem sem essa estimulação necessária, a parceria Lance-Domlexia surgiu como uma forma de cooperação social, com objetivo de auxiliar as crianças que, no período de distanciamento, ficaram sem os   atendimentos.

         A plataforma Domlexia disponibilizou licenças gratuitas para a versão premium do  aplicativo  ‘Dom e as letras’, jogo online que trabalha a consciência fonológica de forma lúdica e pode ser acessado tanto em aparelhos IOS como em Androids. As famílias, cujas crianças se enquadrem no perfil para receber esse tipo de estimulação, serão contatadas e orientadas sobre o uso das atividades. A equipe do projeto de extensão acompanhará os progressos das crianças em atendimento por meio de relatórios de desempenho fornecidos pelo próprio App.

    Texto de Eduarda Lins; graduanda de Psicologia e bolsista de extensão do LANCE.

     


  • Agência Bori

    Publicado em 07/03/2020 às 21:58

    09/03/2020

    Release de pesquisa com participação do LANCE

    Os resultados da pesquisa integram a tese de doutorado em educação do brasileiro Americo Amorim, defendida em 2018 na Universidade Johns Hopkins. O trabalho envolveu também pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC – LANCE) e da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) e contou com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) e da Escribo Inovação para a Aprendizagem.

    Veja também via Notícias UFSC

    Jogos que fazem conexão entre fala e escrita podem triplicar o aprendizado na educação infantil